FIMEC 2016

FIMEC 2016

 
Rafael Vigna
 
Os pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo, abrem as portas hoje, a partir de 10h, para a 40ª Feira Internacional de Couros, Produtos químicos, componentes, máquinas e equipamentos para calçados e curtumes - Fimec 2016. O evento ocorre até a próxima quinta-feira e é considerado o maior da América Latina no segmento, reunindo em um só espaço a totalidade da cadeia coureiro-calçadista.
Nesta edição, serão 575 expositores distribuídos em uma área de 36 mil metros quadrados. Ao todo, 900 marcas apresentarão produtos e serviços a um público estimado em 35 mil pessoas. O evento terá três dias de duração, ao contrário do que acontecia em edições anteriores, quando eram quatro dias. Por outro lado, o horário foi ampliado. As visitações ocorrem das 10h às 19h. Até o ano passado, a abertura dos portões acontecia às 13h.
O diretor-presidente da Fenac, Elivir Desiam, se diz otimista com a feira. Segundo ele, alguns indicativos sustentam as expectativas. O primeiro aspecto diz respeito ao número de pré-inscrições que já superam em 10% os registrados no ano anterior. No setor de hospedagem, há relatos de estabelecimentos com até 55% da lotação ocupada por estrangeiros. São esperados representantes de 35 países.
Entre os principais destinos dos visitantes, os destaques são Colômbia, Peru, Argentina, Equador, Itália e Alemanha. "Isso é um dos reflexos do câmbio em níveis mais atrativos. Por isso, devemos ter muitos latino-americanos interessados em importações circulando pelos pavilhões", comenta Desiam.
Uma das novidades deste ano é o Estúdio Fimec. Trata-se de um oportunidade para os visitantes adquirirem informações de moda e, ao mesmo tempo, testarem a aplicação de materiais em exposição. Além disso, uma fábrica conceito busca reproduzir a experiência de visualizar a produção de calçados em tempo real.

Compartilhar:

Outras notícias